top of page
Artboard 9.png

Atualizado: 24 de mar. de 2021

Para ninguém ficar de fora do Concurso Geração MoV.Cidade de Vídeo e Roteiro/Argumento, o prazo de inscrições foi prorrogado até o dia 2 de abril. Tanto os vídeos quanto os roteiros devem ter como temática memórias e histórias de sustentabilidade urbana no Espírito Santo. Para se inscrever, os interessados podem acessar o formulário disponível em: https://linktr.ee/movcidade.


Ao todo, serão selecionados dez trabalhos de cada categoria: a) Vídeo; b) Roteiro/Argumento. Os trabalhos em vídeo selecionados serão divulgados em uma Mostra Online, por meio das redes sociais e do site da Caju Produções e do MoV.Cidade. E mais: Os cinco melhores trabalhos de cada categoria serão premiados com R$ 500 em dinheiro.


O Concurso Geração MoV.Cidade é uma realização da Eva Comunicação, em parceria com a Caju Produções. O concurso utiliza recursos federais da Lei Aldir Blanc, por meio do apoio da Secretaria da Cultura do Espírito Santo (Secult-ES).


Quem pode se inscrever

Podem se inscrever pessoas entre 14 e 60 anos de idade, profissionais ou não, moradores de qualquer cidade do Espírito Santo, tendo preferência àqueles que residirem nos municípios no entorno do Rio Doce, tais como Baixo Guandu, Colatina, Marilândia e Linhares.


Os vídeos devem ter até cinco minutos e devem ser feitos preferencialmente por dispositivos móveis e editados em apps gratuitos de edição de vídeo. A linguagem audiovisual também é livre. Já os roteiros podem ter até 10 páginas e os argumentos até uma página.


Oficinas On-line

Os interessados em participar ainda contam com uma ajuda dos cineastas Monica Nitz e Ricardo Sá que gravaram oficinas dando dicas para colocar suas propostas em prática. As oficinas estão disponíveis no YouTube da Caju Produções. Monica explica sobre o fazer audiovisual na Oficina de Vídeo, enquanto Ricardo Sá fala sobre roteiros/argumentos para documentário e ficção. Para acessar, clique aqui: https://linktr.ee/movcidade.


MoV.

O Concurso faz parte da terceira edição do MoV., um movimento que surgiu em 2018 como uma mostra de criatividade e sustentabilidade que pauta a dinâmica nos centros urbanos em linguagem de cinema, música, performance, fotografia e debates temáticos, além de outras atividades de formação artística e cultural.


O MoV. se propõe a provocar a relação das pessoas com os territórios em que habitam e pautar temas como: mobilidade urbana, ocupação e esvaziamento de espaços públicos, novas tecnologias, economia criativa, processos participativos, protagonismo de comunidades, representatividade urbana, cidade e consumo, o corpo na cidade, cidades humanas e inteligentes.


Produtoras

O Concurso Geração MoV.Cidade é fruto da parceria das produtoras culturais Eva Comunicação e Caju Produções. A Eva Comunicação é uma produtora cultural criada há 17 anos com foco em projetos e ações educativas, que trabalhem comunicação e artes. A Caju Produções foi fundada em 2001 e atua em quatro pilares: música, cinema, arte e memória, tendo como especialidade a realização e produção de eventos e de ações de cunho artístico, social, educacional e ambiental no contexto da cultura em suas mais diversas esferas de conhecimento.


Serviço

Inscrições prorrogadas para Concurso Geração MoV.Cidade – Vídeo & Roteiro ou Argumento até 2 de abril

Prazo: Até 2 de abril [prazo prorrogado]

Regulamento, inscrições e oficinas: https://linktr.ee/movcidade

Categorias: a) Vídeo; b) Roteiro ou Argumento.

Classificação: Os dez melhores de cada categoria

Premiação: R$ 500 para os cinco melhores de cada categoria

Realização: Eva Comunicação e Caju Produções, com recursos federais da Lei Aldir Blanc


Assessoria de Imprensa:

Ricardo Aiolfi | (27) 98149-8427

comunica.caju@gmail.com

12 visualizações0 comentário

Não vai faltar animação no segundo dia do II Rota Instrumental. Os artistas Roger Bezerra, Potiguara Menezes e Emerson Arsy TrYo apresentam um repertório marcado pela MPB a partir das 19 horas desta sexta-feira (26). Ajeita o sofá, prepara um drink e acesse o instagram dos músicos na hora marcada para aproveitar o repertório instrumental capixaba da mais alta qualidade.


O Rota Instrumental – Outras Rotas é uma realização da Caju Produções com recursos federais da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo (Secult).


Atrações



@rogerfbezerra

A partir das 19 horas no instagram @rogerfbezerra, o pianista Roger Bezerra abre a noite com diversas composições próprias, demarcando sua sensibilidade num piano verdadeiramente brasileiro. O artista, ao longo de sua trajetória, coleciona uma série de participações ao lado de artistas como Cláudio Zoli, Lecy Brandão, Flávio Venturini, Miele, Victor Biglione, Marcos Suzano, Arthur Maia, Carlos Bala, Derico (Jô Soares), Loalwa Braz, Luck Mervil (Canadá) e Roberto Menescal. Um dos pontos altos da carreira é quando Roger, na banda Aquarela do Brasil, representou o Brasil na reuniões dos países do Mercosul. O músico ainda atuou como tecladista, diretor musical e arranjador na banda Dallas Company.



@potiguara_menezes

Às 20 horas, no instagram @potiguara_menezes, é a vez de Potiguara Menezes mostrar que não há limites para as composições na música instrumental. Suas composições mesclam os universos sonoros de diversos gêneros musicais, principalmente aqueles oriundos do Brasil, tecendo uma trama de linhas melódicas, coloridos harmônicos, ritmos característicos e atmosfera improvisativa. O repertório apresenta traços de bossa-nova, choro, jazz, balada, chacarera, rumba e música africana, entre outros.


Ativo tanto na música considerada erudita quanto na popular, Menezes busca quebrar barreiras restritivas no campo criativo. Todo esse talento o levou a centenas de concertos e shows (solo e com diversos grupos e artistas), nos últimos 20 anos, passando pelo Brasil, Estados Unidos, Europa e Coréia do Sul.


Em 2020, destacou-se pela sua atuação como arranjador e performer nos álbuns “Cenas de um Amor” (Seis com Casca e Leila Pinheiro) e “Songbook Carlos Papel”. Menezes é um dos seis finalistas da 6ª edição do Prêmio Profissionais da Música (PPM), na categoria arranjador.



@emersonarsy

Para fechar a noite, a guitarra será a grande estrela nas mãos do Emerson Arsy TrYo, que promete emocionar o público com suas composições. O show está marcado para às 21 horas no instagram @emersonarsy. Com uma extensa carreira, já tocou no projeto da Secult de Circulação Cultural com grandes nomes da MPB e do Jazz capixaba, além de diversas participações em grandes festivais, como o Circuito Sesc Instrumental RJ, Festival Internacional de Domingos Martins, Circuito de Jazz no Sesc Glória, entre outros. Participou ainda com a Camerata do Sesi/ES no tributo ao Arthur Maia no Santa Jazz 2019.


Programação

Acesse os canais na hora marcada e se divirta!

25 de março (quinta-feira)

19h – Édney Oliveira – @edneybatera

20h – Lucius Kalic – @lucius.kalic

21h – Marcelo Porto – @marcelo_flute


26 de março (sexta-feira)

19h – Roger Bezerra – @rogerfbezerra

20h – Potiguara Menezes – @potiguara_menezes

21h – Emerson Arsy TrYo – @emersonarsy


27 de março (sábado)

18h – Jura Fernandes – @jurafera

19h – Wanderson Lopez – @wandilopez

20h – Chachachangos – @chachachangoss

21h – HeptaSopro – @heptasopro

Festival

O Festival Rota Instrumental surgiu em 2017 com o oferecimento oficinas e concertos musicais gratuitos ao público em cidades capixabas que preservam patrimônios históricos, como Viana e Domingos Martins, foco da primeira edição do evento. O projeto musical visa ao incentivo do turismo cultural na Rota Imperial São Pedro D'Alcântara, reproduzindo caminhos entre Vitória (ES) e Ouro Preto (MG), abertos no início do século XIX.


O objetivo desta segunda edição do Festival Rota Instrumental - Edição Outras Rotas é explorar os talentos escondidos ao longo das margens do Rio Doce, uma rota alternativa à cidade de Ouro Preto, e dar visibilidade às composições autorais instrumentais de artistas locais. Por meio da distribuição das premiações, contribui ainda com o setor artístico tão prejudicado com a pandemia.


Caju Produções

A Caju Produções foi fundada em 2001 e atua em quatro pilares: música, cinema, arte e memória, tendo como especialidade a realização e produção de eventos e de ações de cunho artístico, social, educacional e ambiental no contexto da cultura em suas mais diversas esferas de conhecimento. Além do Festival Rota Instrumental, realiza outras importantes ações na área cultural, como os festivais Cine.Ema e o MoV.Cidade.


Serviço

II Festival Rota Instrumental

Quando: 25 a 27 de março de 2021

Onde: No Instagram dos artistas selecionados

Valor: Gratuito


Assessoria de Imprensa:

Ricardo Aiolfi | (27) 98149-8427

comunica.caju@gmail.com

14 visualizações0 comentário

Atualizado: 23 de mar. de 2021

Música de qualidade sem sair de casa. A primeira noite do II Festival Rota Instrumental – Edição Outras Rotas promete animar os capixabas ao som de muito Chorinho, Música Clássica e MPB. As estrelas são os músicos Édney Oliveira, Lucius Kalic e Marcelo Porto. As apresentações ocorrem pelo Instagram dos artistas a partir das 19 horas desta quinta-feira (25). Prepare o sofá, um petisco e ligue o som alto para conhecer música instrumental capixaba da mais alta qualidade.


O Rota Instrumental – Outras Rotas é uma realização da Caju Produções com recursos federais da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo (Secult).


Atrações



@edneybatera

Com um repertório que vai da MPB ao Gospel, Édney Oliveira é a primeira atração a se apresentar no Festival Rota Instrumental a partir das 19 horas no Instagram @edneybatera. Influenciado pelos pais, o artista de 27 anos cresceu inserido no mundo musical, fazendo apresentações em igrejas e com bandas da região de Baixo Guandu. Atualmente, além de fazer suas próprias composições, atua como músico em eventos e como professor na Musicalizar_epm em Baixo Guandu.




@lucius.kalic

Às 20 horas, é a vez de Lucius Kalic, que traz, no instagram @lucius.kalic, composições autorais e arranjos para violão solo com influências de diversos estilos musicais, em especial da música de concerto, da MPB e do choro. Bastante eclético, Lucius é compositor, violonista, arranjador e guitarrista. Desde 2018, cursa bacharelado na Ufes em composição com ênfase em trilha musical. O gosto pela música fez com que Lucius, em 2017, fundasse a Astral Transcrições, uma editora especializada em literatura musical. O livro de estreia foi o Song Book Sérgio Sampaio.




@marcelo_flute

O músico Marcelo Porto, sob os ensinamentos de Odette e Bené da Flauta, fecha a noite a partir das 21 horas no instagram @marcelo_flute. A apresentação ocorre num duo com o violonista e amigo João Roberto Conde Magno, que toca um violão de 7 Cordas. Educador musical e compositor, Marcelo também é flautista em rodas de choro no Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. A diversidade musical é um dos marcos do artista, que busca abrir e criar pontes ao diálogo entre o erudito e o popular.


Programação

Acesse os canais na hora marcada e se divirta!


25 de março (quinta-feira)

19h – Édney Oliveira – @edneybatera

20h – Lucius Kalic – @lucius.kalic

21h – Marcelo Porto – @marcelo_flute

26 de março (sexta-feira)

19h – Roger Bezerra – @rogerfbezerra

20h – Potiguara Menezes – @potiguara_menezes

21h – Emerson Arsy TrYo – @emersonarsy

27 de março (sábado)

18h – Jura Fernandes – @jurafera

19h – Wanderson Lopez – @wandilopez

20h – Chachachangos – @chachachangoss

21h – HeptaSopro – @heptasopro


Festival

O Festival Rota Instrumental surgiu em 2017 com o oferecimento oficinas e concertos musicais gratuitos ao público em cidades capixabas que preservam patrimônios históricos, como Viana e Domingos Martins, foco da primeira edição do evento. O projeto musical visa ao incentivo do turismo cultural na Rota Imperial São Pedro D'Alcântara, reproduzindo caminhos entre Vitória (ES) e Ouro Preto (MG), abertos no início do século XIX.


O objetivo desta segunda edição do Festival Rota Instrumental - Edição Outras Rotas é explorar os talentos escondidos ao longo das margens do Rio Doce, uma rota alternativa à cidade de Ouro Preto, e dar visibilidade às composições autorais instrumentais de artistas locais. Por meio da distribuição das premiações, contribui ainda com o setor artístico tão prejudicado com a pandemia.


Caju Produções

A Caju Produções foi fundada em 2001 e atua em quatro pilares: música, cinema, arte e memória, tendo como especialidade a realização e produção de eventos e de ações de cunho artístico, social, educacional e ambiental no contexto da cultura em suas mais diversas esferas de conhecimento. Além do Festival Rota Instrumental, realiza outras importantes ações na área cultural, como os festivais Cine.Ema e o MoV.Cidade.


Serviço

II Festival Rota Instrumental

Quando: 25 a 27 de março de 2021

Onde: No Instagram dos artistas selecionados

Valor: Gratuito


Assessoria de Imprensa:

Ricardo Aiolfi | (27) 98149-8427

comunica.caju@gmail.com

18 visualizações0 comentário
bottom of page